Kênia & Tanzânia

Divulgacao

Diani Beach

Divulgacao

Tiwi Beach

Divulgacao

Tanzânia, Africa

Divulgacao

Manta Resort, Tanzânia

Divulgacao

Zanzibar Serena Beach Resort

KENYA & TANZÂNIA

Oportunidade de vivenciar a natureza em seu estado bruto.
Nairobi – Monte Aberdare – Lago Nakuru – Maasai Mara – Cratera de Ngorongoro – Lake Manyara – Johannesburg
11 Noites – Saídas somente as quartas-feiras
Inclui: passagem aérea, hospedagem com café da manhã, meia pensão nos lodges, traslados e assistência de viagem.


 

 

 

O Quênia possui paisagens exuberantes, povos antigos e uma cultura diversificada. Fazer um safári na Tanzânia é uma emoção única, como a grande migração de 1,5 milhões de Gnus pelo Serengeti.

Por: Uppii      Publicado em: 03/12/2014 Atualizado em 12/04/2015 por: ale.gigante

O DESTINOPONTOS TURÍSTICOSGASTRONOMIACLIMALOCALIZAÇÃONÃO DEIXE DE VER

O DESTINO


País de beleza única, o Quênia tem paisagens exuberantes, fauna e flora rara, povos antigos e uma cultura diversificada que nos instigam em conhecê-la.

A capital Nairóbi hoje é uma cidade moderna, com toda infraestrutura necessária para receber os mais exigentes hóspedes, mas que ainda exibe um ar rústico, mantendo assim sua identidade firmada em seus prédios coloniais que ainda se conservam.

Podemos dizer que a natureza foi muito generosa com o Quênia, às margens do Oceano Índico, divisa com a Tanzânia, forma-se o mais completo centro de safáris do mundo. O Parque Maasai Mara é famoso pelas migrações anuais de milhares de gnus e zebras e onde os lendários povos Maasais vivem até hoje, é um lugar imperdível para se visitar acompanhado de um bom binóculo.

Já a Tanzânia é o que faltava para a sua viagem, pois além de ser conhecida como o lar dos mais antigos povos da humanidade, com fósseis dos primeiros seres humanos, em uma área muitas vezes referida como o Berço da Humanidade, o país encanta por suas infinitas paisagens, onde a máquina fotográfica é item obrigatório. Fazer um safári na Tanzânia é uma emoção única, não há nada tão fascinante como a grande migração de 1,5 milhões de Gnus pelas vastas planícies do Serengeti.

Uma terra de extremos geográficos no continente africano, a Tanzânia tem o pico mais alto, o Monte Kilimanjaro, o ponto mais baixo, o leito do Lago Tanganyika, e o maior lago, o Victoria.

Quênia e Tanzânia se completam!

PONTOS TURÍSTICOS


No Quênia, o Parque Nacional Amboseli é um dos safáris mais desejados, com a maior população de elefantes e ainda obtêm-se a melhor vista do Monte Kilimanjaro, a montanha mais alta da África. Um lindo espetáculo quando as nuvens tomam conta de seu cume presenteando seus ilustres visitantes. Mombasa é uma das cidades mais importantes e seu porto é essencial para a economia do país, um dos lugares para se visitar é o Forte Jesus, antiga fortaleza construída pelos portugueses. Tanto a muralha como o interior conserva-se em excelente estado, desde 2001 é considerado Patrimônio Mundial pela UNESCO. O Lago Turkana é referido como Berço da Humanidade devido à abundância de fósseis hominídeos encontrados no local. É um lago no Grande Vale do Rift, na fronteira com a Etiópia. É o maior lago alcalino do planeta e também esta na lista de Patrimônio Mundial pela UNESCO.

Quando chegar a Tanzânia verá que é um dos destinos no continente africano que ainda tem muito a ser descoberto. É uma terra de muitas maravilhas que abriga uma grande diversidade de fauna e flora. Kilimanjaro, a mais alta montanha e permanentemente coberta de neve na África, as ilhas exóticas de Zanzibar, os melhores santuários de vida selvagem, Serengeti, Arusha, Tarangire, Lago Manyara, Ngorongoro Crater, Ruaha, Selous e do Parque Marinho de Mafia Island, para citar alguns nomes.

A Tanzânia é considerada um dos melhores lugares para visitar e o melhor safári fotográfico de vida selvagem no continente. São 14 Parques Nacionais, 01 área de conservação, 17 reservas de caça e vários parques marinhos, uma costa de tirar o fôlego e Lake Zona e planaltos ondulados que são um paraíso para quem quer caminhar.

Atrações não faltam!

GASTRONOMIA


A gastronomia no Quênia e na Tanzânia é muito parecida, baseada em carnes, peixes e vegetais.

Um famoso prato encontrado nos dois países é o Ugali, uma espécie de polenta, feito com massa de farinha de milho ou arroz e servido com carne e vegetais.

No Quênia, uma iguaria da cozinha local é o Nyama Choma, carne de cabra grelhada apreciada em todas as regiões.

Na Tanzânia, em cidades como Dar es Salaam ou Zanzibar, encontramos diversos tipos de restaurantes com comida de todo o mundo. Em Tanga, Zanzibar e Dar es Salaam, existem pratos de peixe, que é um dos ingredientes principais nas zonas costeiras, como no Lago Tanganica e Lago Victoria, onde a Perca-do-Nilo é um dos favoritos.

CLIMA


O clima do Quênia é equatorial. Temperaturas médias durante o dia em torno de 26°C e temperaturas frescas a 11°C.

A Tanzânia tem o clima tropical temperado nos planaltos e equatorial úmido na costa. A temperatura diminui com a altitude, portanto o clima é mais cálido na costa do que nos planaltos. A estação chuvosa dura de março a abril com noites frescas e, às vezes, frias. Na Tanzânia também chove em novembro e no início de dezembro. A estação seca começa em maio e termina em outubro. As temperaturas mais elevadas chegam entre dezembro e fevereiro.

LOCALIZAÇÃO


O Quênia é um país da África Oriental, limitado a norte pelo Sudão do Sul e pela Etiópia, a leste pela Somália e pelo oceano Índico, a sul pela Tanzânia e a oeste pelo Uganda. A capital e cidade mais populosa é Nairóbi. O país situa-se na linha do equador.

A Tanzânia está localizada no leste da África e faz fronteira com o Quênia, ao norte, Ruanda, Burundi e Congo, a oeste, e Zâmbia, Malawi e Moçambique a sul. O país inclui também o arquipélago de Zanzibar, no Índico.

NÃO DEIXE DE VER


O sistema de lagos do Quênia, os lagos Bogoria, Nakuru e Elementaita, no Vale do Rift, são os novos Patrimônios da Humanidade eleitos pela UNESCO. A área de 32.034 hectares é o habitat de alguns pássaros e mamíferos ameaçados de extinção.

Dar es Salaam é a maior cidade e capital econômica e política da Tanzânia. Ao visitá-la não deixe de conhecer o National Museum, o Village Museum e outros mercados abertos, além de um passeio a pé pelos muitos monumentos históricos da cidade.